Depois de Ama-San de Cláudia Varejão e Djon África de Filipa Reis e João Miller Guerra terem sido mostrados no passado mês de outubro, é a vez de Campo de Tiago Hespanha chegar às salas de cinema alemãs. O filme estará a partir de 28 de novembro disponível nas salas do Wolf Kino em Neukölln, Berlim. Este é o terceiro dos 5 filmes portugueses da produtora Terratreme que a distribuidora alemã Steppenwolf vai mostrar até ao final do ano – em dezembro são exibidos ainda Ordinary Time (04.12.) de Susana Nobre e Alva (12.12.) de Ico Costa.

Na maior base militar da Europa, nos arredores de Lisboa, militares fazem treinos para missões fictícias, astrónomos observam estrelas e um rapaz toca piano para veados selvagens. Campo é, assim, uma reflexão sobre a interligação do mundano e o transcendente.

O documentário foi já exibido em festivais internacionais, tais como Cinéma du Réel (Paris), Hong Kong International Film Festival ou Festival de Locarno, onde foi distinguido com o prémio First Look. No IndieLisboa deste ano, Campo valeu a Tiago Hespanha o prémio de Melhor Realizador para Longa Metragem Portuguesa.

O filme foi ainda apresentado na edição deste ano do festival DOK Leipzig, onde o realizador esteve presente. No dia 5 de novembro, Tiago Hespanha participa num Q&A no Wolf Kino em Berlim.