Djaimilia Pereira de Almeida é uma escritora portuguesa, nascida em Angola. O seu primeiro livro, “Esse Cabelo”, publicado em 2015, combina elementos biográficos com romance e ensaio e parte da experiência de uma jovem de pele negra e cabelo crespo, oriunda de Angola, na sociedade portuguesa de meados dos anos 1980. A autora publicou trabalhos nas revistas Ler, Granta, Serrote, Zum, Common Knowlegde, Pessoa e Words Without Borders. Em 2018 venceu o prémio Literário Fundação Inês de Castro pela obra “Luanda, Lisboa, Paraíso”, editada pela Companhia das Letras. Com esta mesma obra a escritora vence agora o prémio literário da Fundação Eça de Queiroz.

Em novembro de 2018 recebeu a Bolsa de Criação Literária na área de ficção narrativa, com duração de 12 meses, entregue pela Direcção-Geral do Livro, dos Arquivos e das Bibliotecas do Ministério da Cultura de Portugal.