A Academia Portuguesa das Artes e Ciências Cinematográficas escolheu o filme “A Herdade” realizado por Tiago Guedes, produzido por Paulo Branco e co-produzido pela Leopardo Filmes e Alfama Films, para representar Portugal nos Prémios Goya 2020, na categoria de melhor filme ibero-americano. A 34.ª Edição dos Prémios Goya realizar-se-á em janeiro, na cidade de Málaga.

A longa-metragem “A Herdade” está igualmente selecionada, em competição internacional para o 76.º Festival de Cinema de Veneza, que decorre de 28 de agosto a 7 de setembro nesta cidade italiana.

Rui Cardoso Martins, um dos autores do guião do filme, foi o autor selecionado, em 2017, para a Bolsa de Residência Literária criada pelo Camões Berlim.

A estreia em Portugal está prevista para o dia 19 de setembro.