A Feira do Livro Infantil de Bolonha, considerada a mais relevante na área da literatura e ilustração para a infância e juventude, elegeu a editora portuguesa Orfeu Negro como a melhor editora infantil do ano da Europa.

Um prémio que reconhece, em particular, o catálogo Orfeu Mini, como um dos mais inovadores na edição de livros ilustrados para crianças e jovens. A coleção Orfeu Mini, criada em 2008, dedica-se exclusivamente a livros ilustrados para os mais novos. Para além dos autores estrangeiros, apresenta também alguns portugueses, incluindo, Catarina Sobral, Madalena Moniz, Carolina Celas e Mariana Malhão. A obra Greve de Catarina Sobral, publicada em 2011, foi o primeiro título português.

A Orfeu Negro é a segunda editora portuguesa a ser galardoada com o prémio, a par da editora Planeta Tangerina, vencedora da primeira edição, em 2013.