Djaimilia Pereira de Almeida é com o seu romance “Lisboa, Luanda, Paraíso” a grande vencedora do Oceanos – Prêmio de Literatura em Língua Portuguesa deste ano, seguindo-se Dulce Maria Cardoso com a obra “Eliete” e Nara Vidal com o romance “Sorte”. As três obras premiadas foram selecionadas por um júri final composto, entre outros, por dois portugueses, o poeta Daniel Jonas e o crítico literário Manuel Frias Martins.

Criado no Brasil em 2003, o prémio Oceanos abrange, desde 2017, obras em língua portuguesa publicadas em qualquer parte do mundo, tendo-se, assim, tornado numa distinção de referência da língua portuguesa. Das três vencedoras deste ano, Dulce Maria Cardoso passou já pela Alemanha, como parte da delegação de autores na Feira do Livro de Leipzig em 2017.